• Dionathan Sousa

5 boas práticas que vão contribuir para sua gestão de estoque



Se você possui um empreendimento ativo, seja ele comercial ou industrial, certamente sabe que no dia 31 de março encerra o prazo para a prestação de contas do seu estoque. Para muitos, esta data acaba se tornando uma grande dor de cabeça, isso porque, é comum que donos de pequenos e médios negócios tenham dificuldades para fazer o controle eficaz do seu estoque. Seja por fatores externos ou internos, é importante que o gestor se atente para a importância de gerir o seu estoque de forma correta, impedindo assim, futuros problemas.


Além disso, em Santa Catarina, no dia 1 de junho, encerra o prazo para os estabelecimentos aderirem ao Bloco X. A nova adequação consiste em um registro eletrônico que será obrigatório, e deve reunir todos os dados de vendas. Em resumo, esses arquivos serão gerados de forma automática por aplicativos fiscais, e devem ser enviados diariamente, no caso de tributação e venda de mercadorias, e mensalmente para acompanhamento de estoque.


Leia também: Inventário Físico - Seu Estoque em Suas Mãos

Esse novo processo de implementação do cupom fiscal no modelo eletrônico tem o objetivo modernizar o processo, diminuir a burocracia e reduzir os altos custos às empresas. Além do mais, essas novas adequações visam combater a sonegação e concorrência desleal no mercado, visto que, muitos empresários deixam de pagar os impostos devidos objetivando a obtenção de vantagem comercial, ou seja, vendendo sua mercadoria com valores mais baixos que a concorrência, causando desequilíbrio e prejuízos financeiros para o mercado econômico.


No processo de gestão de estoque é comum que o empreendedor encontre dificuldades para geri-lo. Por isso, listamos 5 boas práticas para realizar está tarefa de forma prática e objetiva.


Defina o dia correto para a realização da tarefa.


A primeira coisa que você deve saber é que o inventário não pode ser feito em qualquer dia e horário. Isso porque, dependendo de como é realizada a operação da empresa, existem dias em que a entrada de produtos no estoque é maior. E mesmo que seja em um dia com menor movimentação, ainda assim pode haver fluxo de mercadorias enquanto você realiza a listagem. O ideal é optar por um dia específico, sem grandes movimentações, e realizar o inventário antes ou após o expediente, já que dessa maneira é possível ter certeza de que a quantidade de produtos irá corresponder à realidade, evitando a defasagem e erros na hora da contagem.


Organize os produtos do seu estoque:




Realizar o inventário de estoque pode se tornar uma tarefa muito complicada quando o local está desorganizado. Antes de começar a listagem, é recomendado reunir os produtos por categorias específicas e ordená-los separadamente. Por mais que você perca tempo fazendo isso, organizar os produtos ajuda a garantir mais eficiência e precisão. Na hora de categorizar, o mais indicado é separar os produtos de acordo com suas características, finalidades ou outro critério que você achar melhor. Para agilizar o processo, é válido contar com um sistema de código de barras que facilita a identificação e listagem dos produtos.


Quer um software completo para registrar a movimentação da sua empresa? Clique aqui.


Realize a contagem:


A contagem é o grande objetivo do inventário de estoque. Nesse momento, o ideal é contar os itens um a um para que não haja erros. Lembre-se que a precisão na hora da contagem pode fazer toda a diferença para que a gestão de seu estoque seja extremamente eficiente. Fazer a contagem de forma manual pode ser bastante trabalhoso e aumentar as chances de erro. Para evitar esses problemas, vale a pena utilizar um coletor de dados, que integra instantaneamente as informações ao sistema de gestão de estoque. Se você julgar necessário, faça a contagem novamente, para ter a garantia de que não haverá erros.


Padronize os registros:


Depois que você reunir a quantidade de cada produto em estoque é hora de realizar o registro de tudo o que foi contabilizado. É importante que todos os registros sejam padronizados para evitar qualquer divergência na hora de realizar um novo inventário. Além disso, o registro deve ser o mais completo possível, reunindo o máximo de informações sobre os produtos do inventário. Você pode definir a melhor maneira de realizar a padronização, mas para garantir eficiência no processo o ideal é contar com a ajuda de um software de gestão. Esta ferramenta permite armazenar dados com assertividade, automatizando diversas tarefas e evitando erros humanos na hora de realizar os registros.


Identifique a rotatividade do estoque


Se você ainda não conhece a fundo a rotatividade do estoque de sua empresa, agora é o momento. Com os dados em mãos, é possível identificar a quantidade média de saída de um determinado produto do estoque e otimizar a estocagem do mesmo para os próximos meses. Você precisa identificar a rotatividade do estoque para todos os setores, passando pelas etapas de produção, compras e vendas, visando entender a demanda de cada área. Dessa forma, fica mais fácil garantir a quantidade ideal de materiais e produtos no estoque para que nenhum setor seja prejudicado.


Sabemos que na prática, aplicar conceitos metodológicos nem sempre são fáceis. Entretanto, vale destacar que atualmente existem inúmeras ferramentas que podem simplificar e otimizar essas tarefas.


Você gostou dessas dicas? Gostaria de saber mais sobre gestão de estoque?


Deixe-nos um comentário.




11 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone LinkedIn

Fique Conectado

Receba atualizações, aviso, conteúdos e dicas para a gestão do seu negócio.

 Softecsul Inovação

 

Centro de Inovação Órion Parque

Rua Heitor Villa Lobos, 525

São Francisco

Lages-SC/ Brasil, 88506-400

Softecsul - Indústria 4.0

Spin Aceleradora de Startups

Rua João Planincheck, 1990

Jaraguá Esquerdo

Jaraguá do Sul-SC/ Brasil, 89253-105

Fale conosco

         (49) 3289.5100

    

         softecsul@softecsul.com